Férias escolares terminam e professores decidem manter greve

Decisão foi votada em assembleia na ACP
| 27/07/2015
- 18:39
Férias escolares terminam e professores decidem manter greve

Decisão foi votada em assembleia na ACP

Cerca de 700 professores da Reme (Rede Municipal de Ensino) se reuniram na manhã desta segunda-feira (27), em assembleia na ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Professores da Educação Pública). A categoria decidiu por manter a greve iniciada no dia 25 de maio.

Conforme o calendário escolar do Município, as aulas retornam nesta terça-feira (28), no entanto, a categoria vai continuar a paralisação interrompida apenas por conta das férias de julho. Segundo a assessoria de comunicação da ACP, durante a assembléia nesta manhã, os professores rejeitaram a proposta enviada pelo município.

A categoria reivindica reajuste de 13,01%, no entanto, a Prefeitura alega não ter condições de atender a solicitação por conta do índice indicado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A assessoria de comunicação da ACP afirma que na última proposta enviada pela Prefeitura, o município propôs conceder 8,5% de reajuste e que o restante reivindicado pela categoria só seria concedido caso o Município baixasse o índice da receita corrente liquida, como exige a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em proposta anterior o município havia oferecido o mesmo reajuste, mas com a promessa de que voltaria a negociar os outros 4,6% que faltariam para completar os 13,01% solicitados pela categoria. Sem acordo, a paralisação será retomada.

Apesar da decisão, não é possível estimar a quantidade de professores que continuam com o movimento. Antes das férias escolares, as informações eram de que a maioria dos profissionais havia retornado aos trabalhos.

Veja também

A expectativa em torno da inflação nos Estados Unidos interrompeu a sequência de três quedas...

Últimas notícias