Cotidiano

Família reclama de demora para transferir paciente

Paciente tem convênio, e família quer transferir para hospital

Wendy Tonhati Publicado em 25/09/2015, às 21h50

None
download.jpg

Paciente tem convênio, e família quer transferir para hospital

Uma família de Campo Grande eenfrentou dificuldades para transferir uma paciente do posto de saúde do Bairro Nova Bahia para um hospital de Campo Grande. Segundo Vanusa Amorim, a mãe tem problemas psiquiátricos e cardíacos, por isso, os médicos não deixavam que eles a levassem para a Santa Casa por meios próprios ou na ambulância do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), que não é uma unidade avançada (com acompanhamento de médico).

De acordo com a filha, os médicos do posto de saúde informaram que somente uma ambulância avançada pode fazer o transporte, por isso, tem de esperar uma vaga em um hospital público e que o Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) faça o transporte. O problema é que a família está lá desde a manhã da quinta-feira (24) e sem previsão de transferência. 

“Ela não dormiu. Falou a noite inteira e teve que ficar amarrada na maca. Queremos levá-la para o hospital onde pode ficar internada pelo convênio e com mais tranquilidade”, diz a filha. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, a paciente está sendo encaminhada para o Hospital Regional, pois a Santa Casa não tem suporte para recebê-la.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax