Cotidiano

Enfermeira que tirou sarro de paciente deficiente foi punida, diz Coren-MS

Na época, ela disse que foi mal interpretada

Midiamax Publicado em 13/10/2015, às 20h19

None
wmx-800x1931x4-5357c7cd79de9834dad1832bbbac3f3edbdf88688db8c.jpg

Na época, ela disse que foi mal interpretada

O Coren-MS (Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) revelou que a enfermeira Alice Rachid, conhecida após fazer brincadeira de mau gosto com deficientes no Facebook, foi punida de acordo com o código de ética da enfermagem. A punição não foi revelada por motivos éticos, segundo a assessoria.

A enfermeira, que era servidora municipal da Secretaria de Saúde, foi rechaçada na época por conta dos comentários maldosos com os pacientes na rede social. De acordo com o Coren-MS, a enfermeira foi devidamente punida após julgamento em abril deste ano.

“Como compete a fiscalização do exercício profissional da enfermagem do estado ao Coren-MS, foi aberto um processo ético para apurar o ocorrido, criando-se uma comissão que apurou o caso e verificou os indícios de infrações éticas presente na denuncia e a penalidade a ela imputada de acordo com o código de ética da enfermagem”, diz nota do Conselho. Enfermeira que tirou sarro de paciente deficiente foi punida, diz Coren-MS

Relembre o caso

Em uma das brincadeiras, feitas em abril de 2014, a enfermeira postou foto de paciente com mensagem direcionada para amiga: “Alzana, olha como seu esposo está, parece um macaco”. Em outra, cujo paciente aparece com a língua de fora, ela escreve: “Alzana, seu futuro já está com a língua de fora te esperando, KKKKK. Você não me convidou para ser madrinha do seu casamento com nosso inesquecível linguão? Não precisa ficar enciumada com essa língua”.

Na época das denúncias, a enfermeira Alice disse, em entrevista ao Jornal Midiamax, que foi mal interpretada e que não agiu com maldade. “Fico chateada porque atrapalha a minha vida profissional. Tenho um irmão com síndrome de Down e jamais falaria para ofender. É o pessoal que eu mais gosto por conta do meu irmãozinho, se as pessoas olhassem o meu Facebook iam ver que está cheio de fotos dele”, esclareceu.

Ela também pediu desculpas à população e disse que nunca teve a intenção de ofender ninguém. “Eu chamo meu irmão de buchudão, de macaquinho, é um jeito carinhoso de tratar. Estou muito triste por ter sido mal interpretada”.

Jornal Midiamax