Cotidiano

Comissão inicia visitas e deve ir ao Aquário do Pantanal verificar obra

Deputados querem saber a causa do atraso na entrega da construção

Jessica Benitez Publicado em 30/06/2015, às 20h32

None
img-20150630-wa0094.jpg

Deputados querem saber a causa do atraso na entrega da construção

Durante primeira ação da comissão formada por deputados estaduais para acompanhar a obra do Aquário do Pantanal, os parlamentares se mostraram tranquilos quanto à conservação dos peixes já comprados para abastecer o prédio. Hoje à tarde eles estiveram na Polícia Militar Ambiental para averiguar a situação dos animais. O próximo passo é ir à Fundact (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul) colher mais informações. Em seguida irão à construção do aquário.

“Constatamos in loco que os peixes estão muito bem tratados. Não existe essa mortandade que foi divulgada”, disse o presidente da comissão, Lídio Lopes (PEN). No início deste mês a Anambi, empresa que até então cuidava da preservação das espécies, elaborou relatório informando que mais de 10 mil peixes haviam morrido. No entanto, o diretor da companhia, Geraldo Augusto Silva, retificou a informação na tarde de hoje e agora alega que apenas seis mil morreram.

Mesmo assim, os parlamentares pretendem acompanhar de perto o término da construção e a conservação do material vivo. “Vamos fazer uma agenda. Iremos na Fundect, iremos lá para acompanhar toda a parte de execução do contrato que foi estipulado, se objeto está sendo atendido e aí obviamente vamos continuar fazendo agenda”, completou.

O presidente garantiu, ainda, que irá à obra do Aquário junto a integrantes do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e técnicos responsáveis pelo prédio para saber em que fase está a execução da obra, bem como quais recursos foram investidos e o que de fato está emperrando o andamento da construção.

“Porque nos, parlamentares, aprovamos no fim do ano passado os recursos para que o Aquário fosse finalizado, então vamos cobrar data para inauguração”, finalizou. O projeto do imóvel foi iniciado em 2011. Em 2014 o então governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), chegou a marcar inauguração para outubro, mas finalizou mandato sem conseguir terminar a obra.

Jornal Midiamax