Cotidiano

Atendimento de pediatria em Campo Grande pode ser descentralizado

Prefeito se reuniu com a categoria para discutir a proposta 

Clayton Neves Publicado em 12/10/2015, às 17h30

None
20151009181343.jpg

Prefeito se reuniu com a categoria para discutir a proposta 

A prefeitura de Campo Grande estuda descentralizar o atendimento pediátrico na Capital. Na tarde de sexta-feira (9) o prefeito Alcides Bernal (PP) e o secretário municipal de saúde, Ivandro Fonseca, se reuniram com profissionais da saúde e com representantes do Conselho Municipal de Saúde para discutir a possibilidade da efetivação da ideia.

De acordo com o prefeito, a intenção é levar os serviços de pediatria para os bairros da cidade, porém, sem deixar de atender as crianças do centro.

Para o secretário de Saúde, a descentralização será feita com o aval de todos os profissionais da área e, principalmente, com os representantes do Conselho Municipal de Saúde que são os mais bem informados sobre as demandas da saúde da Capital.

Valdir Siroma, presidente do Sindmed-MS (SINDICATO DOS Mpedicos de Mato Grosso do Sul), lembrou que Campo Grande ainda é carente quando o assunto é pediatria. Para ele, levar o atendimento até os bairros é uma proposta válida que tem o aval do sindicato.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o Centro de Especialidade Infantil será mantido em área de fácil acesso, com possibilidade de expansão de 16 especialidades já existentes, para cerca de 30 especialidades, entre especialidades médicas e serviços pediátricos. O sistema ainda contará com apoio de equipe multiprofissional, como terapeuta ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, nutricionista, entre outros.

Este local ainda contará com o CAPSi, o qual será remanejado do atual local onde está em funcionamento, ampliando a oferta com a urgência psiquiátrica e disponibilizando quatro leitos de observação 24 horas.

Quanto ao serviço de urgência e emergência pediátrica, será descentralizado para as unidades UPA Universitário, UPA Cel. Antonino e UPA Almeida, com atendimento pediátrico nas 24 horas em todos os dias da semana.

O CRS Moreninha, Guanandy e Tiradentes também contarão com atendimento pediátrico no período noturno, das 19 horas às 7 horas da manhã, de segunda a sexta.

A prefeitura também está se empenhando para novas contratações, a fim de completar o quadro da pediatria, com a possibilidade de contratação de mais de 100 profissionais.

Jornal Midiamax