Cotidiano

Após chuva, desfile das escolas de samba da Capital tem mais de duas horas de atraso

O público chegando e as escolas ainda fazendo os últimos ajustes é o que se vê na Avenida Alfredo Scaff

Diego Alves Publicado em 17/02/2015, às 00h07

None
20150216_203601.jpg

O público chegando e as escolas ainda fazendo os últimos ajustes é o que se vê na Avenida Alfredo Scaff

Após a chuva que caiu nesta segunda-feira (16), o desfile dos grupos de acesso das escolas de samba de Campo Grande já tem um atraso de mais de duas horas. O público chegando e as escolas ainda fazendo os últimos ajustes é o que se vê na Avenida Alfredo Scaff, na região da Praça do Papa. O desfile do grupo principal acontece no mesmo local, no dia 17, com apresentação prevista para começar às 19 horas.

Ordem de apresentação do Carnaval:

Segunda-feira (16)

Bloco Convidado 19 horas

Aresm – Os herdeiros do Samba – 19h30

GRES Unidos do São Francisco – 20h10

GRES Unidos do bairro Aero Rancho – 21h10

GRES Cinderela Tradição José Abrão – 22h20

Terça-feira (17)

Ordem de apresentação das Escolas do Grupo Especial

Bloco Convidado 19 horas

GRES Deixar Falar – 19h30

GRES Unidos da Vila Carvalho – 20h45

GRES Os Catedráticos do Samba – 22 horas

GRES Unidos do Cruzeiro – 23h15

GRES Igrejinha – 00h30

DIA: 18 /02/2015 (Quarta-Feira) – Apuração na Concha Acústica Família Espíndola – Praça do Rádio Clube – A partir das 17 horas

DIA: 21/02/2015 (Sábado) – Noite da Premiação na Concha Acústica Família Espíndola – Praça do Rádio Clube a partir das 19:30 horas.

Relação dos enredos das Escolas de Samba para o Carnaval 2015

Escola Mirim

Aresm Os Herdeiros do Samba, enredo: “Ser esperança levar especialmente tolerância e Amor: Sou Caratatica, Sou Humanitária.

Escola do Grupo de Acesso

Gres Unidos do São Francisco, enredo: “Os frutos do cerrado de Mato Grosso do Sul”.

GRES Unidos do Bairro AeroRancho, enredo: “Diz que mulher é sexo frágil, mentira absurda. O brilho e o poder estão com elas”.

GRES Cinderela Tradição do José Abrão, enredo: “Miscigenação: Sou índio sem terra, sou negro, fui acorrentado, sou branco da mistura de raça brasileira, dessa gente que não desiste nunca”.

Escolas do Grupo Especial

GRES Unidos da Vila Carvalho, enredo: “Lendas mitos e mistérios”.

GRES Deixa Falar, enredo: “Contos, cantos e encantos que a Bahia tem”.

GRES Unidos do Bairro do Cruzeiro, enredo: “Vida, trabalho, futebol e samba: 10 anos de saudades”.

GRES Catedráticos do Samba, enredo: “GRES os Catedráticos do Samba: 37 anos. Deus quer, O Homem sonha, a obra nasce. Exaltação aos enredos que fizeram sua história”.

GRES Igrejinha, enredo: “Eva Maria de Jesus (Tia Eva), sua história e a história de sua comunidade”.

Jornal Midiamax