Populares do Bairro Pioneiros denunciam escuridão e cracolândia em praça pública

Moradores do Bairro Pioneiros, em Campo Grande, denunciam tráfico de drogas em praça pública. Segundo eles, o fato se inicia todos os dias a partir das 17 horas, no mesmo horário em que as crianças do bairro saem da escola e passam pelo local. A praça fica localizada na Rua Ana Luísa de Souza esquina […]
| 14/08/2014
- 19:24
Populares do Bairro Pioneiros denunciam escuridão e cracolândia em praça pública

Moradores do Bairro Pioneiros, em Campo Grande, denunciam tráfico de drogas em praça pública. Segundo eles, o fato se inicia todos os dias a partir das 17 horas, no mesmo horário em que as crianças do bairro saem da escola e passam pelo local. A praça fica localizada na Rua Ana Luísa de Souza esquina com a Rua Gaspar de Lemos.

De acordo com um morador que prefere não se identificar, em virtude das represálias, há uma movimentação muito grande de carros e motos passando e parando o tempo todo na praça. “Tem muito movimento e eles fazem isso sem se importar com outras pessoas olhando. Todo mundo do bairro vê, mas tem medo dos traficantes”, acentua.

Já outra moradora, que também prefere não aparecer, diz que um grupo de 10 pessoas começa a usar drogas às 17 horas e fica a noite toda. Segundo ela, esse grupo desligou todas as luzes da praça, para que eles fiquem mais à vontade. “Agora, lá está uma escuridão, tenho medo de passar perto”, frisa.

Nesse sentido, a assessoria de imprensa da PM-MS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), destaca a importância da denúncia anônima, pelo número 181.

Deste modo, entra em ação o serviço de inteligência que é encarregado de colher provas para que os traficantes e usuários sejam retirados da região. “Se os abordamos  e não encontramos nada, não podemos prender, por isso é importante a denúncia antecipada”, acentua a PM.

A PM informou que vai reforçar o policiamento na região do Bairro Pioneiros enviando equipes com motos.

Quanto à reposição das lâmpadas, a assessoria de imprensa da Prefeitura sugeriu que os moradores liguem para o telefone: 3314-3675. Segundo eles, essa reclamação vai gerar um protocolo e, assim, os moradores poderão acompanhar o pedido de troca das lâmpadas queimadas.

Veja também

A prefeitura retoma recapeamento na área central nesta sexta-feira (19), em Campo Grande. As equipes...

Últimas notícias