Cotidiano

Chuva forte em Campo Grande causa transtornos para quem trabalha no fim de semana

A chuva forte que começou por volta das 7h40 da manhã deste sábado (25) causou transtornos para quem tenta chegar ao trabalho. “Eu ando de moto e em tempo normal os motoristas já não nos respeitam. Quando chove é ainda pior. No meu bairro então é um transtorno danado, alaga ruas”, disse Carla Azuaga, 24 […]

Arquivo Publicado em 25/01/2014, às 11h37

None
1973652892.jpg

A chuva forte que começou por volta das 7h40 da manhã deste sábado (25) causou transtornos para quem tenta chegar ao trabalho.


“Eu ando de moto e em tempo normal os motoristas já não nos respeitam. Quando chove é ainda pior. No meu bairro então é um transtorno danado, alaga ruas”, disse Carla Azuaga, 24 anos, técnica de enfermagem que mora no Paulo Coelho Machado.


Já Luiz Matheus, de 17 anos, buscou refúgio em um posto de gasolina enquanto a chuva não dá trégua. Ele trabalha como atendente em uma gráfica, disse que foi surpreendido pela chuva, porque saiu do bairro Santa Emília com tempo nublado.


“Quando cheguei no Centro tive que esperar a chuva passar. Vou chegar atrasado, mas com uma chuva dessa não precisa nem de desculpa”, afirmou.


O trânsito por enquanto está tranquilo e segundo a Enersul ainda não há registros de que tenha acabado a luz em algum ponto da cidade.


O córrego Anhanduí está cheio e funcionários de uma empreiteira que estão fazendo a manutenção da contenção do córrego, bem em frente ao Shopping Norte Sul, tiveram que parar os trabalhos.

Recomenda-se cautela para quem precisa passar pela Rua da Divisão, entre os bairros Piratininga, Parati e Aerorancho pois ela está totalmente alagada. “Há 20 anos eu moro aqui e é sempre esse transtorno”, disse a dona de bar Elaine Berwger, de 48 anos. (Matéria alterada às 09h08 para acréscimo de informações).

Jornal Midiamax