Cotidiano

Chuva de 113 milímetros deixa ruas intransitáveis em Alcinópolis

A forte chuva que caiu na madrugada de domingo (20), deixou um rastro de destruição em Alcinópolis, município localizado na região norte de Mato Grosso do Sul. A maioria das ruas está intransitável, sendo que em algumas foram abertas enormes crateras. Uma enorme cratera se abriu na avenida Olegário Barbosa da Silveira, ao ponto de […]

Arquivo Publicado em 21/01/2013, às 10h45

None
1763827747.jpg

A forte chuva que caiu na madrugada de domingo (20), deixou um rastro de destruição em Alcinópolis, município localizado na região norte de Mato Grosso do Sul.


A maioria das ruas está intransitável, sendo que em algumas foram abertas enormes crateras.


Uma enorme cratera se abriu na avenida Olegário Barbosa da Silveira, ao ponto de deixar o encanamento de água, que abastece o centro, totalmente exposto, mas funcionários da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) já trabalham para sanar o problema.


No início da manhã, o prefeito Ildomar Carneiro (PMDB) visitou os pontos críticos da cidade. Acompanhado de funcionários da Obras, o prefeito segue, de tarde, para a zona rural. Carneiro faz o levantamento dos estragos para buscar recursos, principalmente junto ao governo do Estado, para recuperação da cidade e da zona rural.


Segundo o engenheiro Laércio Mota, em apenas três horas choveu 113 milímetros. A última vez que o município recebeu mais de 100 milímetros de chuva foi em 2011. No ano passado, o maior volume registrado foi de 89 milímetros, ainda de acordo com o engenheiro.


Os ventos fortes que acompanharam as chuvas também causaram estragos, deixando casas e alguns prédios públicos ficaram alagados. O prefeito disse que vai tomar medidas emergenciais para recuperar os estragos, mas ainda não divulgou se vai decretar emergência.

Jornal Midiamax