Cotidiano

Famílias aproveitam trégua nas chuvas para visitar parques de Campo Grande

Moradores de áreas próximas aos parques aproveitaram a manhã de sol neste domingo. Na periferia, crianças brincavam até em valas abertas pelas chuvas intensas dos últimos dias.

Arquivo Publicado em 13/03/2011, às 15h00

None
368401128.jpg

Moradores de áreas próximas aos parques aproveitaram a manhã de sol neste domingo. Na periferia, crianças brincavam até em valas abertas pelas chuvas intensas dos últimos dias.

Famílias e moradores de Campo Grande, já saem mais tranqüilos de casa e aproveitam primeiro final de semana seco no mês de março para visitar parques e áreas de lazer. Na periferia, crianças brincavam até mesmo em valas abertas pelas chuvas excessivas dos últimos dias que deixaram a Capital em situação de emergência.

Este é o primeiro domingo de sol em Campo Grande após os 326 mm de chuva acumulados desde o dia primeiro de março, quantidade que é o dobro de 162 mm, total esperado do mês, segundo o meteorologista da Uniderp Anhanguera, Natálio Abraão.

A temperatura hoje deve oscilar entre 21ºC e 31ºC. Em ruas, praças e locais de entretenimento, moradores da Capital já fazem corrida, caminhada e passeiam com a família ou amigos por praças e vias públicas da Capital, costumes esse que ficava inviável de fazer na semana por conta do mau tempo.

Na Praça Itanhangá, local que possui área verde, pista para caminhada, quadra de esportes e o córrego Vendas, a população da vizinhança voltou a caminhar. A quantidade da chuva foi tão forte, que o parque de diversão das crianças ainda está alagado.

A personal trainer Cláudia Maia, 41, moradora do bairro Coopharádio, contou que durante a semana de chuva, tanto a rotina profissional quanto a pessoal foram alteradas devido às “águas de março”. “Não tinha como fazer as atividades físicas ao ar livre. Hoje por exemplo já posso passear com a minha filha”, disse Cláudia enquanto passeava com Luani, de 3 anos.

“A rotina muda, a criançada fica mais recolhida dentro de casa”, comentou a funcionária pública Raquel Domingues, 39, que mora próximo ao parque, sobre o período de chuvas. “Ainda bem que saiu o sol, agora dá para sair e divertir com os filhos, a chuva atrapalha muito”, argumenta o empresário Tomas Moura, 44.

Jornal Midiamax