Cotidiano

Enxurrada vinda do terreno da Base Aérea provoca prejuízos em horta do bairro União

No conjunto União, em Campo Grande, o horticultor Benfica Pereira Lopes, 53 anos, teve sua horta nos fundo de casa inundada pela águas das chuvas. A enxurrada levou parte das plantações e da terra dos canteiros. O prejuízo está em torno de R$ 30.000 e o senhor Pereira, como é conhecido no bairro, não sabe […]

Arquivo Publicado em 09/03/2011, às 17h32

None
1081102844.jpg

No conjunto União, em Campo Grande, o horticultor Benfica Pereira Lopes, 53 anos, teve sua horta nos fundo de casa inundada pela águas das chuvas. A enxurrada levou parte das plantações e da terra dos canteiros.

O prejuízo está em torno de R$ 30.000 e o senhor Pereira, como é conhecido no bairro, não sabe ainda se vai retomar a plantação, pois o investimento para refazer todos os canteiros será muito alto.

Segundo ele, esse problema nunca havia acontecido e foi ocasionado por um asfalto feito no terreno da Base Aérea, que faz divisa com a sua horta. Pereira ainda explica que havia canaletas de proteção que impediam a água de passar pela cerca e entrar no terreno, porém após a obra do asfalto, não foi feito manutenção no local e não funciona mais.

Além disso, tanto Pereira quanto os outros moradores não podem mexer na cerca de divisa com a área militar devido a Leia da Sensibilidade que impede que pessoas civis façam qualquer tipo de manutenção no local.

A comunicação da Base Aérea explicou que já estão cientes das reclamações, e o asfalto que seria o suposto causador do problema é uma obra da Infraero feita para facilitar o acesso ao fundo do aeroporto. Um engenheiro da Base Aérea foi encaminhado para ir no local avaliar os problemas e encontrar uma solução.

Jornal Midiamax