Cotidiano

Em Três Lagoas, moradores de bairro novo aguardam regulamentação sobre nomes de ruas

Os moradores do bairro Set Sul, em Três Lagoas, contam com a boa vontade e o “jeitinho brasileiro” dos Correios para receber suas correspondências, pois o projeto para regularização do local tramita há mais de dois anos entre a Prefeitura e a Casa de Leis da Cidade.

Arquivo Publicado em 17/10/2011, às 17h58

None
723022886.JPG

Os moradores do bairro Set Sul, em Três Lagoas, contam com a boa vontade e o “jeitinho brasileiro” dos Correios para receber suas correspondências, pois o projeto para regularização do local tramita há mais de dois anos entre a Prefeitura e a Casa de Leis da Cidade.


A entrega de correspondências, em endereço devidamente identificado, deveria fazer parte do dia a dia dos moradores de um bairro, desde sua criação. Entretanto, como acontece em muitas cidades do Brasil, inclusive Três Lagoas, somente após muito tempo e luta, os cidadãos do Jardim Campo Grande, em Bataguassu, conquistaram esse direito. A partir de agora, as cerca de 700 famílias do bairro passam a receber em suas casas os serviços dos correios.



Em Três Lagoas, moradores do bairro Set Sul contam com “esperteza” dos carteiros em identificar para onde as correspondências são destinadas, pois não há nomes de ruas e numeração nas casas e lotes do local. O projeto para regularização da geografia do bairro aguarda pela boa vontade do Poder Público, em concluir todo o processo.



Já em Bataguassu, segundo a Associação dos Moradores do Jardim Campo Grande, a conquista só foi possível, graças trabalho intenso de identificação de ruas e casas, com instalação de placas confeccionadas pela própria entidade.



Antes, para poder pagar as contas em dia ou receber notícias de parentes e amigos, as famílias precisavam se deslocar até agência dos correios, no centro da cidade. O que normalmente causava atrasos e, consequentemente, pagamento de juros.



“Nós temos orgulho de dizer que essa foi mais uma conquista desta Associação. Não foi fácil, pois tivemos que viajar muitas vezes à Campo Grande, levando relatórios, fotos e ofícios, mas valeu a pena”, disse Andrey Jara, secretário da Associação.



O secretário informou que as regularizações das numerações de residências continuam sendo feitas. “Os interessados devem ir ao SAC, que fica na Rua Dourados 384, solicitar o número de sua residência. É necessário que a população colabore e instale caixas para correspondências em suas casas. Com essa atitude, os moradores irão facilitar o trabalho dos carteiros e prezar pela integridade das correspondências”, afirmou.



Três Lagoas



Em Três Lagoas, moradores do bairro Set Sul, na região Leste, ainda aguardam a regularização por parte da Administração Pública, para obter os nomes das ruas e a numeração dos lotes. Somente após esse procedimento que os Correios poderão gerar o Código de Endereçamento Postal (CEP).



O projeto permanece entre os corredores da Câmara de Vereadores do Município e da Prefeitura há mais de dois anos.



A entrega das correspondências só é realizada devido a um “jeitinho brasileiro” promovido pela Central de Distribuição dos Correios na Cidade.



“Separamos as cartas endereçadas para esse bairro junto com um outro, na mesma região. Como os carteiros acabam por conhecer as pessoas e residências dos locais onde procedem as entregas, o trabalho consegue ser realizado”, o gerente do Centro de Distribuição Domiciliar, em Três Lagoas, Claudinei Barbosa de Moraes, em entrevista concedida anteriormente ao Midiamax.

Jornal Midiamax