Cotidiano

Com mensagem na TV e borrifação nos bairros, Saúde intensifica combate à dengue

Dois veículos de borrifação de inseticida devem percorrer hoje à noite ruas dos bairros Vila Nasser, Nova Lima, Coronel Antonino, Jardim Centro-oeste, Moreninhas e Aero Rancho. A ação de combater ao mosquito Aedes aegypti em Campo Grande, segue cronograma baseado no cruzamento de informações sobre a infestação e casos de notificação nas sete regiões urbanas da […]

Arquivo Publicado em 01/02/2011, às 20h44

None

Dois veículos de borrifação de inseticida devem percorrer hoje à noite ruas dos bairros Vila Nasser, Nova Lima, Coronel Antonino, Jardim Centro-oeste, Moreninhas e Aero Rancho. A ação de combater ao mosquito Aedes aegypti em Campo Grande, segue cronograma baseado no cruzamento de informações sobre a infestação e casos de notificação nas sete regiões urbanas da cidade, segundo a assessoria da Secretaria de Saúde.

A dengue matou 22 pessoas em Campo Grande no ano passado e 47 no estado todo.

De acordo com o chefe do Centro de Controle de Vetores, Alcides Ferreira, o trabalho segue por tempo indeterminado e os veículos terão dois horários para borrifação.

“No período da manhã, os veículos percorrerão as localidades das 6h às 8h e, no período da tarde, das 17h às 21h”, divulgou Alcides.

O Ministério da Saúde lança hoje (1), o filme “Mobilização Geral 2011” com 30 segundos de duração, nas cenas mostra a população trabalhando lado a lado com os agentes comunitários de saúde nos mutirões de limpeza.

A mensagem do ator Jose de Abreu é bem clara para todos os brasileiros: : “Exemplos como esse fazem toda a diferença. Precisamos da sua participação na campanha e de mais pessoas envolvidas nessa luta. O Brasil conta com você”.

O ministro da saúde, Alexandre Padilha, divulgou no dia 11 de janeiro, o mapa da dengue no país, que aponta 16 estados com risco de enfrentar epidemia neste verão. Ele afirmou que o risco de epidemia de dengue em Mato Grosso do Sul é alto e recomenda reforço nas ações de prevenção e combate à doença.

Em Campo Grande, uma operação conjunta entre o exército e o agente de saúde garantiu uma redução de mais de 90% nos casos de dengue comparados a janeiro de 2010. Mato Grosso do Sul tem conseguido reverter os números da dengue em janeiro foram detectados 1.100 mil casos em todo os estado não e nem 10% daquilo que foi encontrado no mesmo período do ano passado.

Jornal Midiamax