Cotidiano

Com aumento de chuvas, hidrelétrica de Três Lagoas amplia vazão

Com o aumento de chuvas registrado nos últimos dias nas bacias dos rios Tietê e Paraná e a previsão de mais chuvas para os próximos dias, a Companhia Energética de São Paulo (CESP) vai ampliar a vazão nas usinas localizadas nessas duas bacias hidrográficas. Essa operação é coordenada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) […]

Arquivo Publicado em 10/03/2011, às 22h07

None

Com o aumento de chuvas registrado nos últimos dias nas bacias dos rios Tietê e Paraná e a previsão de mais chuvas para os próximos dias, a Companhia Energética de São Paulo (CESP) vai ampliar a vazão nas usinas localizadas nessas duas bacias hidrográficas. Essa operação é coordenada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e está sendo seguida por todas as empresas que têm usinas nessas bacias. Os critérios são adotados para manter os níveis recomendados no Plano Anual de Prevenção de Cheias (PAPC) do Sistema Interligado Nacional (SIN).


A Usina Três Irmãos, no rio Tietê, registrava ontem (9) uma descarga de 2.600 metros cúbicos por segundo. A descarga prevista para os próximos dias deve chegar a 2.800 metros cúbicos por segundo. Na Usina Ilha Solteira, no rio Paraná, a descarga registrada ontem (9) foi de 11.500 metros cúbicos por segundo. A variação deve ser pequena nos próximos dias.


A Usina Jupiá, também no rio Paraná, teve dia 9 descarga de 15.900 metros cúbicos por segundo. Essa vazão deverá chegar a 17 mil metros cúbicos por segundo na sexta-feira (11). Em razão disso, a Empresa enviará aos municípios lindeiros (que margiam os reservatórios) e aos órgãos ligados à Defesa Civil o Boletim Informativo de Vazões (BIV) para alertar a população.


Na Usina Porto Primavera, a descarga do dia 9 chegou a 16.800 metros cúbicos por segundo. A previsão para sexta-feira (11) é de uma descarga de 19.500 metros cúbicos por segundo.

Jornal Midiamax