Cotidiano

Chuva isola zona rural de Sidrolândia e piora vida de assentados

Para boa parte dos 24 mil moradores da zona rural de Sidrolândia, entre eles quase 20 mil assentados e pequenos agricultores, o período de chuvas, mais do que prejuízos econômicos acabou piorando as precárias condições de vida. Em algumas regiões, como o núcleo Alambari CUT no Assentamento Eldorado, as estradas estão intransitáveis, o transporte escolar […]

Arquivo Publicado em 16/03/2011, às 12h13

None

Para boa parte dos 24 mil moradores da zona rural de Sidrolândia, entre eles quase 20 mil assentados e pequenos agricultores, o período de chuvas, mais do que prejuízos econômicos acabou piorando as precárias condições de vida.

Em algumas regiões, como o núcleo Alambari CUT no Assentamento Eldorado, as estradas estão intransitáveis, o transporte escolar não passa, impedindo a ida das crianças para as escolas.

Ir para a cidade transformou-se numa aventura que muita gente não se arrisca. Mais de 700 famílias, que há quatro anos moram em barracos, na expectativa da construção de suas casas, estão revoltando em meio a tanto barro.

Algumas famílias estão praticamente ilhadas, sem ter como chegar até a cidade para comercializa queijo, leite, hortaliças e outros cultivos que se tornam moeda de troca em se tratando de alimentação. A maioria das estradas está intransitáveis devido às crateras abertas pela chuva.

Jornal Midiamax