Cotidiano

Chuva intensa diminuiu criminalidade durante Carnaval 2011, diz PM

As chuvas contribuíram para a diminuição de ações criminosas durante o período de Carnaval em Mato Grosso do Sul. A informação foi confirmada pelo alto escalão da PM durante coletiva de apresentação do balanço policial dos cinco dias de folia em Mato Grosso do Sul. Os 374 milímetros de chuva que caíram em Campo Grande nos […]

Arquivo Publicado em 10/03/2011, às 15h27

None
1957728143.jpg

As chuvas contribuíram para a diminuição de ações criminosas durante o período de Carnaval em Mato Grosso do Sul. A informação foi confirmada pelo alto escalão da PM durante coletiva de apresentação do balanço policial dos cinco dias de folia em Mato Grosso do Sul.

Os 374 milímetros de chuva que caíram em Campo Grande nos últimos dias, por exemplo, diminuíram o público no Desfile das Escolas de Samba e no Carnaval de rua na avenida Fernando Corrêa da Costa. Ao todo o público dos eventos não passou de dezoito mil pessoas na última segunda (6). Só na Fernando Corrêa da Costa, a expectativa era de 40 mil por dia durante os shows.

Com um efetivo de 450 policiais atuando na Capital e 3000 no policiamento do interior, a PM realizou aproximadamente 40 mil abordagens no período de Carnaval em todo o MS.

O número de assaltos despecou de 22, em 2010, para três em 2011. Já os roubos e furtos de veículos caíram de 31 para 19. Os roubos contra pessoas diminuíram em 33%, passando de 24 para 16 no comparativo entre os dois anos.

O caso mais grave foi o único homicídio registrado. A jovem Taline Aquino Gomes, de 19 anos, morreu atingida por 3 tiros na terça-feira (8) durante o Carnaval de Fátima do Sul. Ela morreu no início da manhã de quarta-feira no Hospital da Vida, em Dourados. Na mesma ocasião, o jovem Diego de Souza Mitcov, 24 anos, foi atingido no braço esquerdo por um dos disparos. Fabiano Mariano da Silva, 29, foi identificado como autor dos tiros e já está preso.

No Estado, a polícia atendeu 4.724 ocorrências, com 53 pessoas encaminhadas às delegacias e 332 autuadas em flagrante. Durante a operação, foram cumpridos 28 mandados de prisão que estavam em aberto em MS e 17 na capital.

Mais acidentes

No trânsito, foram 135 acidentes, 10 a mais que no ano passado (aumento relacionado às chuvas, segundo a Ciptran), com queda de vítimas fatais de dois para nenhum deste ano. Os números de feridos também caiu de 69 em 2010, para 59 em 2011.


Já a PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou 10 pessoas, sendo nove delas em flagrante, números que é a metade das ocorrências do ano passado. A quantidade de peixes apreendidos foi de 441 quilos e o valor de multas aplicado foi de R$ 112. 020,40.

Jornal Midiamax