Cotidiano

Campo Grande lista danos causados pela chuva e decreta estado de emergência

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, publicou no Diário Oficial de Campo Grande desta quinta-feira (10) um decreto de “situação de emergência”. A medida foi tomada devido aos estragos causados pelas chuvas intensas que atingiram a capital de Mato Grosso do Sul nos últimos dias. Do dia 26 de fevereiro até 8 de […]

Arquivo Publicado em 10/03/2011, às 12h24

None
641090621.jpg

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, publicou no Diário Oficial de Campo Grande desta quinta-feira (10) um decreto de “situação de emergência”. A medida foi tomada devido aos estragos causados pelas chuvas intensas que atingiram a capital de Mato Grosso do Sul nos últimos dias. Do dia 26 de fevereiro até 8 de março, segundo a Prefeitura, choveu um total de 372,4 mm.


O total esperado para o mês inteiro era de aproximadamente 170 mm. Com o excesso de chuvas, córregos transbordaram, casas foram inundadas e o asfalto na maior parte das vias principais ficou comprometido. Em alguns bairros sem asfaltamento as águas abriram crateras que ameaçam moradores e dificultam o acesso às casas.


No decreto, o prefeito listou estragos nas seguintes áreas de Campo Grande:


Nova Lima – Erosão, drenagem e pavimentação asfáltica;


Laranjais – Erosão, drenagem e pavimentação asfáltica;


Ernesto Geisel – Paredão no córrego desde a Obra do Segredo até a Rua Salgado Filho;


Zona Rural – Estradas CG-342, CG-324, CG-112, CG-140, CG-246 e estrada vicinal de Rochedinho


O decreto limita a situação de emergência às áreas listadas e, segundo a Prefeitura, a documentação de comprovação dos danos já foram produzidos de acordo com os critérios do Conselho Nacional de Defesa Civil.

Jornal Midiamax