Cotidiano

Chuva continua a castigar Alemanha pelo terceiro dia consecutivo

As chuvas continuam a castigar a Alemanha pelo terceiro dia consecutivo. Na região da Saxônia, dez pessoas morreram. Centenas de casas tiveram de ser evacuadas. As águas invadiram a área barroca da cidade. Uma maré de poeira e de água marrom também invadiu outros locais banhados pelo Rio Elbe, forçando a retirada de muitas pessoas […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

As chuvas continuam a castigar a Alemanha pelo terceiro dia consecutivo. Na região da Saxônia, dez pessoas morreram. Centenas de casas tiveram de ser evacuadas. As águas invadiram a área barroca da cidade.

Uma maré de poeira e de água marrom também invadiu outros locais banhados pelo Rio Elbe, forçando a retirada de muitas pessoas de suas casas. Voluntários se uniram para construir uma barreira com sacos de areia e evitar que as águas do Elbe invadissem o centro de Dresden, a capital da Saxônia, a 200 quilômetros de Berlim.

De acordo com as autoridades, as enchentes já mataram 89 pessoas na Alemanha, Rússsia, Áustria e República Tcheca na última semana. Na Alemanha, o nível das águas continua a subir. Autoridades temem que os prédios de Dresden, destruídos por tropas britânicas e americanas em 1945 e restaurados recentemente, pudessem submergir hoje.

As águas do Rio Elbe sofreram um aumento do nível de cerca de dois metros para 9,16 metros. A marca superou o recorde de aumento de nível da água em 8,77 metros, registrada em 1845. As últimas quatro pontes abertas de Dresden foram fechadas.

Autoridades alemãs estimam que os danos causados pela chuva vão ser superiores a US$ 100 milhões, somente para Dresden. Na cidade do México, enchentes também provocaram a morte de 14 pessoas. Sete mil tiveram de deixar suas casas.

Jornal Midiamax