A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu temporariamente um homem que roubou e estuprou uma travesti no Lago Oeste, no Distrito Federal. O crime aconteceu em março, a 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II) solucionou em abril, mas só veio à tona na última sexta-feira (21).

O criminoso rendeu a vítima em um ponto de ônibus enquanto ela voltava da faculdade. Ele a ameaçou com um estilete no pescoço e, sem olhar em seu rosto, a obrigou a fazer sexo oral nele.

Em seguida, o estuprador levou a vítima até um matagal próximo e forçou sexo anal. Nesse momento, ele notou que se tratava de uma mulher trans e passou a agredi-la ainda mais: além de xingamentos e tapas no rosto, ele começou a puxar o pênis e os testículos dela.

Após toda a violência, que durou cerca de 50 minutos, ele começou a procurar pela sandália que perdeu em meio ao mato, a travesti aproveitou o descuido para sair correndo aos gritos e foi socorrida ao chegar à rodovia mais próxima.

Posteriormente, depois que abriu o boletim de ocorrência, a vítima e a família retornaram ao local do crime e encontraram uma mochila com roupas e a carteira de trabalho do criminoso, o que ajudou a polícia a identificá-lo.

💬 Receba notícias antes de todo mundo

Seja o primeiro a saber de tudo o que acontece nas cidades de Mato Grosso do Sul. São notícias em tempo real com informações detalhadas dos casos policiais, tempo em MS, trânsito, vagas de emprego e concursos, direitos do consumidor. Além disso, você fica por dentro das últimas novidades sobre política, transparência e escândalos.
📢 Participe da nossa comunidade no WhatsApp e acompanhe a cobertura jornalística mais completa e mais rápida de Mato Grosso do Sul.