Bolsonaro participa de culto evangélico nas dependências da Câmara

O nome preferido da Bancada da Bíblia era o deputado Marco Feliciano (PL-SP), que é pastor
| 03/08/2022
- 09:04
Bolsonaro participa de culto evangélico nas dependências da Câmara
Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro participa na manhã desta quarta-feira de culto evangélico no auditório Nereu Ramos, que fica na dos Deputados. Ministros do governo e parlamentares da "Bancada da Bíblia" marcam presença na cerimônia, organizada pelo deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), líder dos evangélicos no Congresso Nacional, e presidida pelo pastor Cláudio Duarte.

Ao reservar a agenda para o culto, Bolsonaro busca fidelizar o eleitorado evangélico que tem sido procurado por seu principal adversário político na disputa pelo Palácio do Planalto, o candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva. Ao mesmo tempo, conselheiros políticos do presidente têm orientado uma expansão na base de apoio, em direção ao Centro político, considerado fiel da balança de qualquer eleição.

O novo aceno aos evangélicos vem diante de um estremecimento na relação do governo com o segmento, após Bolsonaro escolher o deputado Marcos Pontes (PL-SP) para concorrer a senador em na chapa de Tarcísio de Freitas (Republicanos), candidato a governador. Como revelou o Estadão/Broadcast, Sóstenes Cavalcante considerou a decisão um erro. O nome preferido da Bancada da Bíblia era o deputado Marco Feliciano (PL-SP), que é pastor.

A opção por rifar a ex-ministra Damares Alves (Republicanos) na corrida ao senado no DF em favor da ex-ministra Flávia Arruda (PL), ligada ao Centrão, também gerou incômodo entre os evangélicos.

Bolsonaro chegou ao auditório Nereu Ramos por volta das 8h20. Sem falar com a imprensa, conversou com parlamentares da bancada evangélica, como Marco Feliciano, e deve se pronunciar ao longo do evento.

Veja também

As informações constam no inquérito policial que apura as causas e responsabilidades pelo assassinato.

Últimas notícias