Brasil

Anvisa investiga suspeita de surto de Covid em 3º navio de cruzeiro na costa brasileira

MSC Preziosa está na região dos Lagos, Rio de Janeiro

Agência Estado Publicado em 02/01/2022, às 12h46

MSC Precioza
MSC Precioza - Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) investiga suspeita de casos de Covid-19 em um terceiro navio de cruzeiro na costa brasileira, desta vez na Região dos Lagos, no estado do Rio, o MSC Preziosa. No final de 2021, dois outros navios, o MSC Splendida, em Santos, e o Costa Diadema, na Bahia, tiveram surtos da doença.

A empresa responsável pelo MSC Preziosa confirma os casos de Covid-19 em nota à imprensa, mas afirma que são poucos infectados. "Identificamos um pequeno número de casos de Covid-19 entre as pessoas que estão a bordo do MSC Preziosa, que representa 0,6% do total da população a bordo", destaca a nota, ressaltando que os infectados têm sintomas leves ou são assintomáticos.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o MSC Preziosa, que chegou ao Rio neste domingo (2), tem ao menos 20 casos confirmados de coronavírus confirmados.

A Anvisa já recomendou ao governo a suspensão provisória da temporada de cruzeiros no País, por conta dos surtos de Covid-19 e a chegada da nova variante, a Ôminicron. O Ministério da Saúde informou no sábado, 1, que "avaliará as medidas cabíveis" a serem tomadas.

Os dois cruzeiros que tiveram surtos da doença na virada do ano registraram mais de 100 casos. No dia 31, a Anvisa informou que interrompeu as atividades do Costa Diadema, após identificar 68 casos de Covid-19 entre passageiros e tripulantes. A embarcação estava atracada no Porto de Salvador. A viagem terminaria nesta segunda-feira, 3, no Porto de Santos. O MSC Splendida, em Santos, também teve seu cruzeiro interrompido devido ao surto da doença.

Jornal Midiamax