Brasil

Pazuello diz que tratou pessoalmente com governadores sobre respiradores

Estadão Conteúdo Publicado em 20/05/2021, às 11h49

None
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em resposta ao senador Eduardo Girão (Podemos-CE), aliado do governo Bolsonaro, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirmou que a operação de compra de respiradores pelo Ministério da Saúde foi um dos momentos "mais exitosos" de sua administração durante a pandemia.

Segundo ele, o tema foi tratado por ele pessoalmente com governadores e secretários dos Estados. "Fui ao encontro da maioria deles, e o retorno que tive deles, sobre o apoio do Ministério principalmente na questão dos respiradores, foi excelente", afirmou Pazuello.

"O primeiro grande desafio quando chegamos no ministério foram respiradores. As empresas não conseguiam cumprir (os contratos), se não me engano são 3 empresas que não conseguiram cumprir o contrato por falta de matéria-prima. Graças a trabalho conjunto com o Ministério da Defesa, fomos trabalhando com as empresas nacionais que poderiam vir a fabricar rapidamente, e colocamos as requisições, e estoque era entregue de forma imediata", disse Pazuello.

Também ao senador Eduardo Girão, o ex-ministro afirmou que o ministério durante sua gestão nunca foi consultado sobre o fechamento de hospitais de campanha. "Importante a população brasileira saber que dinheiro não faltou", afirmou Girão, aliado do governo que frequentemente reclama do fato de a CPI ainda não ter interrogado autoridades estaduais.

Jornal Midiamax