Brasil

Dr. Jairinho e mãe de Henry ficarão 14 dias isolados antes de irem para celas de presídios

Secretária explicou que o procedimento é considerado de praxe para evitar a disseminação da Covid-19

Gabriel Neves Publicado em 09/04/2021, às 09h08

Vereador Dr. Jairinho sendo preso no Rio
Vereador Dr. Jairinho sendo preso no Rio - (Foto: Reprodução/Estadão)

Após serem presos e encaminhados para diferentes penitenciárias do Rio de Janeiro, o vereador Dr. Jairinho e Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, ficarão isolados por 14 dias antes de irem para as celas com outros detentos.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio, o procedimento é de praxe para todos os presos e tem como objetivo evitar a disseminação da Covid-19 dentro dos presídios.

Monique foi levada ao Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, na Região Metropolitana. O vereador foi conduzido ao presídio Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo de Gericinó, em Bangu.

*Com informações do G1.

Jornal Midiamax