Brasil

Desde o começo da pandemia, 12,7 bilhões de máscaras foram descartadas no Brasil

Desde o começo da pandemia, mais de 12,7 bilhões de máscaras de tecido foram descartadas no Brasil.

Dândara Genelhú Publicado em 15/02/2021, às 12h17

 Foto: Henrique Arakaki | Midiamax.
Foto: Henrique Arakaki | Midiamax. - Foto: Henrique Arakaki | Midiamax.

Desde o começo da pandemia, mais de 12,7 bilhões de máscaras de tecido foram descartadas no Brasil. A estimativa foi realizada pelo Instituto Akatu, que é uma ONG (Organização Não Governamental) sobre consumo consciente.

A organização destaca que há quase um ano os brasileiros escutam a recomendação “use máscara”. Assim, consideram que cada habitante do país possua em média cinco máscaras de proteção facial.

O número de máscaras descartadas foi concluído após considerarem que cada EPI (Equipamento de Proteção Individual) pode ser lavado até 30 vezes. Então, o levantamento comparou o valor total do descarte estimado com outros itens.

Assim, o peso dos 12,7 bilhões de máscaras equivalem a cerca de 4,7 mil elefantes africanos, que são os maiores animais terrestres. Além disto, o peso vale o mesmo que 7,9 mil ônibus urbanos.

Se comparado pelo volume, a quantidade de tecido das máscaras seria suficiente para preencher pelo menos 9 mil apartamentos de 50m². Por fim, encheria 457 piscinas olímpicas.

Jornal Midiamax