Brasil

Sindicato pede para população ir aos bancos somente em casos imprescindíveis

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região emitiu nota informando que está tomando medidas para conter a disseminação do novo coronavírus. Uma delas é o trabalho trabalho home office para os bancários em situação mais vulnerável. O sindicato também pede que a população vá à agencia somente em casos imprescindíveis. Leia a nota: […]

Diego Alves Publicado em 18/03/2020, às 21h19 - Atualizado em 19/03/2020, às 08h34

Arquivo Midiamax
Arquivo Midiamax - Arquivo Midiamax

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região emitiu nota informando que está tomando medidas para conter a disseminação do novo coronavírus. Uma delas é o trabalho trabalho home office para os bancários em situação mais vulnerável. O sindicato também pede que a população vá à agencia somente em casos imprescindíveis. Leia a nota:

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região (SEEBCG-MS) informa que está tomando medidas para conter a disseminação do novo coronavírus, com o objetivo de proteger os bancários, seus familiares e os clientes.

O Comando Nacional dos Bancários, que integra representantes dos sindicatos de todo o país, inclusive do SEEBCG-MS, criou o comitê de crise com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para acompanhar as orientações das autoridades de saúde.

Entre as medidas já adotadas por alguns bancos, estão: o afastamento ou a liberação do trabalho home office para os bancários em situação mais vulnerável, como funcionários com mais de 60 anos, grávidas e pessoas com doenças crônicas; e o reforço dos procedimentos de limpeza no ambiente de trabalho. Novas medidas estão sendo discutidas, conforme a evolução da pandemia.

O sindicato alerta a população para ir às agências somente se for imprescindível, uma vez que o número de funcionários está sendo reduzido (por conta do home office) e que a recomendação do Ministério da Saúde é evitar concentração de pessoas.

A orientação é que os clientes utilizem os canais digitais e os caixas eletrônicos. Caso seja preciso ir até uma agência, a recomendação é evitar aglomeração dentro do banco e ficar a uma distância média de 2 metros dos bancários e de outras pessoas.

O SEEBCG-MS agradece a compreensão e a colaboração de todos nas ações de combate ao novo coronavírus.

Jornal Midiamax