Brasil

Novo auxílio emergencial de R$ 300 será pago primeiramente para beneficiários do Bolsa Família

As novas regras para o auxílio emergencial residual foram publicadas no DOU (Diário Oficial da União) nesta quinta-feira (17). A principal diferença está no valor do benefício, que agora será de R$ 300 ou R$ 600 (para mães solteiras). Também foram feitas mudanças nas obrigatoriedades para quem pode receber. Os primeiros a receberem o pagamento […]

Danielle Errobidarte Publicado em 17/09/2020, às 13h39

(Foto: Reprodução/ Elias Bielask - Clic Camaquã)
(Foto: Reprodução/ Elias Bielask - Clic Camaquã) - (Foto: Reprodução/ Elias Bielask - Clic Camaquã)

As novas regras para o auxílio emergencial residual foram publicadas no DOU (Diário Oficial da União) nesta quinta-feira (17). A principal diferença está no valor do benefício, que agora será de R$ 300 ou R$ 600 (para mães solteiras). Também foram feitas mudanças nas obrigatoriedades para quem pode receber.

Os primeiros a receberem o pagamento serão os beneficiários do Programa Bolsa Família. Conforme informou a Caixa Econômica Federal, eles representam mais de 12,6 milhões de famílias que começam a ter o dinheiro na conta a partir de hoje (17).

Totalizando R$ 4,3 milhões, 16,3 milhões de brasileiros devem receber os R$ 300. Ainda segundo a Caixa, o calendário para quem não está inscrito no Bolsa Família deve ser divulgado pelo Ministério da Cidadania, que ainda não o fez.

Novas regras

As regras para receber o auxílio emergencial residual mudaram, e com isso, algumas pessoas foram excluídas. Entre elas, presos em regime fechado, quem foi incluído no imposto de renda no ano de 2019 e tenha cônjuge com o qual conviva há mais de cinco anos, brasileiros que moram no exterior, e quem tenha conseguido emprego durante o período que recebeu os primeiros pagamentos do auxílio.

Conforme o Governo Federal, as parcelas serão pagas até dia 31 de dezembro e apenas para quem já recebia os R$ 600. Não é necessário refazer o cadastro, uma vez que as parcelas residuais serão pagas automaticamente.

(Com informações da Agência Brasil)

Jornal Midiamax