Brasil

Empresa brasileira cria programa que utiliza raio-x para identificar coronavírus

Uma startup brasileira criou uma ferreamente capaz de diagnosticar uma pessoa com a Covid-19 realizando apenas um raio-x dos pulmões do paciente. A ferreamente já existia para identificação de pneumonia e foi adaptada após a pandemia. A Portal Telemedicina, como é chamada a startup, informou que o novo método tem 95% de precisão para a […]

Gabriel Neves Publicado em 05/08/2020, às 16h01

O diagnóstico é feito de forma online pelo próprio programa de computador. (Foto: Portal Telemedicina/Divulgação)
O diagnóstico é feito de forma online pelo próprio programa de computador. (Foto: Portal Telemedicina/Divulgação) - O diagnóstico é feito de forma online pelo próprio programa de computador. (Foto: Portal Telemedicina/Divulgação)

Uma startup brasileira criou uma ferreamente capaz de diagnosticar uma pessoa com a Covid-19 realizando apenas um raio-x dos pulmões do paciente. A ferreamente já existia para identificação de pneumonia e foi adaptada após a pandemia.

A Portal Telemedicina, como é chamada a startup, informou que o novo método tem 95% de precisão para a identificação do vírus, conforme publicado pelo portal Terra.

Criada em 2013 a empresa montou um sistema de telediagnóstico na nuvem, ou seja, utiliza algoritmos e inteligência artificial para identificar doenças. A plataforma já é utilizada por mais de 350 clínicas, hospitais e laboratórios em mais de 300 cidades no Brasil e na Angola.

Desde sua criação, a empresa já possuía um programa utilizado na área de pneumologia. Utilizando um extenso banco de dados, foi desenvolvido um algoritmo, uma espécie código para computador, que permitia o programa ler uma radiografia e identificar se o paciente possuía ou não pneumonia.

O fundador da empresa, Rafael Figueroa, explicou que esse algoritmo utilizado para identificação da pneumonia foi alterado e agora também pode ser usado para identificar a Covid-19.

Com 95% de eficácia na detecção do novo coronavírus, Figueroa diz que o Portal Telemedicina está em busca de regularizar sua solução com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como uma ferramenta oficial de diagnóstico da covid-19.

Jornal Midiamax