Brasil

Em depoimento à PF, Moro cita ao menos dois ministros de Bolsonaro como testemunhas

Durante seu depoimento neste sábado (2), o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, mencionou ao menos dois ex-colegas do ministério

Carlos Yukio Publicado em 03/05/2020, às 17h33

 (Foto: Agência Brasil)
(Foto: Agência Brasil) - (Foto: Agência Brasil)

Durante seu depoimento na Superintendência da Polícia Federal, neste sábado (2), o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, mencionou ao menos dois ex-colegas do ministério, que ainda estão exercendo funções no governo de Jair Bolsonaro. A informação foi divulgada pela CNN Brasil.

A matéria, escrita pelo jornalista Caio Junqueira, que não identifica quem seriam os dois ministros citados, mas afirma que eles teriam sido apontados como testemunhas da tese de Moro, de que o presidente teria interferido politicamente na Polícia Federal, em benefício próprio.

‌O depoimento de Moro em Curitiba no último sábado (2) durou cerca de 8 horas, e foi seguido por um enfrentamento entre grupos de fanáticos moristas/lavajatistas, e apoiadores de Jair Bolsonaro. Os ministros em questão devem ser ouvidos dentro o inquérito instalado no STF (Supremo Tribunal Federal) pelo ministro Celso de Mello.

Jornal Midiamax