Brasil

Smartphones usados em excesso prejudicam desenvolvimento de crianças, revela pesquisa

Uma pesquisa realizada pela Agência de Esportes do Japão descobriu que o uso de telefones celulares por crianças está relacionado à queda da força física e da capacidade atlética das mesmas. O estudo, realizado anualmente no Japão, verifica as atividades físicas, tais como corridas e lançamentos de bolas, assim como o estilo de vida das […]

Agência Brasil Publicado em 25/12/2019, às 16h35

Foto: Ilustração
Foto: Ilustração - Foto: Ilustração

Uma pesquisa realizada pela Agência de Esportes do Japão descobriu que o uso de telefones celulares por crianças está relacionado à queda da força física e da capacidade atlética das mesmas.

O estudo, realizado anualmente no Japão, verifica as atividades físicas, tais como corridas e lançamentos de bolas, assim como o estilo de vida das crianças. A pesquisa deste ano cobriu mais de 2,1 milhões de estudantes do quinto ano do curso primário e do segundo ano do curso ginasial.

A média nacional da capacidade física teve queda em comparação ao ano passado, tanto no caso dos meninos como das meninas. A média dos meninos do quinto ano caiu para o nível mais baixo desde que a pesquisa começou a ser realizada em 2008.

O estudo descobriu que as crianças, especialmente os meninos do curso primário, passam mais tempo assistindo à televisão ou utilizando smartphones. Já o tempo médio que os estudantes do curso ginasial passam praticando atividades atléticas caiu em mais de 90 minutos por semana.

Jornal Midiamax