Brasil

INSS vai acabar com agendamento para pedir benefícios até junho

Os pedidos de benefícios e demais serviços da Previdência serão realizados a distância até o final de junho, informou nesta segunda (13), o diretor de atendimento do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Clóvis de Castro Júnior. A mudança acaba com os agendamentos para o atendimento posterior em uma das agências da Previdência, como ainda […]

Da Redação Publicado em 14/05/2019, às 20h47 - Atualizado às 20h56

Foto: Renato S. Cerqueira
Foto: Renato S. Cerqueira - Foto: Renato S. Cerqueira

Os pedidos de benefícios e demais serviços da Previdência serão realizados a distância até o final de junho, informou nesta segunda (13), o diretor de atendimento do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Clóvis de Castro Júnior.

A mudança acaba com os agendamentos para o atendimento posterior em uma das agências da Previdência, como ainda ocorre para a maioria das solicitações feitas pelos segurados.

Até o final do semestre, o órgão terá todos os 90 tipos de requerimentos disponíveis exclusivamente pela internet ou por telefone, acabando com os agendamentos.

Isso permitirá que o INSS fique dispensado de realizar cerca de 600 mil agendamentos por mês. “Isso representa 40% de todas as interações que o INSS tem que estão ligadas a requerimentos”, afirma Castro Júnior. “É uma economia de recursos sem precedentes”, diz.

Jornal Midiamax