Brasil

Em cinco dias, Ceará registra mais de 25 atentados e ônibus são escoltados

Desde a última sexta-feira (20), o estado do Ceará já registrou pelo menos 28 atentados contra prédios, veículos, uma torre de telefonia e uma loja de veículos. Na madrugada desta terça-feira (24), um caminhão e dois ônibus foram incendiados, duas pessoas ficaram feridas e os ônibus estão sendo escoltados pela polícia. De acordo com o […]

Ana Paula Chuva Publicado em 24/09/2019, às 07h46

None

Desde a última sexta-feira (20), o estado do Ceará já registrou pelo menos 28 atentados contra prédios, veículos, uma torre de telefonia e uma loja de veículos. Na madrugada desta terça-feira (24), um caminhão e dois ônibus foram incendiados, duas pessoas ficaram feridas e os ônibus estão sendo escoltados pela polícia.

De acordo com o site Uol, nesta madrugada foram incendiados um veículo de carga na ponte do Rio Ceará, em Fortaleza, e dois ônibus que estavam estacionados em um posto de gasolina na cidade de Canindé. Até o momento duas pessoas ficaram feridas durante os crimes, e até a noite de segunda-feira (23), foram capturados 10 suspeitos de envolvimento nos ataques.

Ainda conforme o Uol, os ataques são promovidos pela facção GDE (Guardiões do Estado) em protesto ao que classificam de opressão do governo nos presídios.

Ataques

Na cidade de Jucá, foram queimados dois ônibus escolares que estavam na porta da Prefeitura. Em Fortaleza, além do caminhão de carga, os criminosos tentaram atear fogo no prédio do Juizado Especial por meio de um artefato incendiário lançado.

Além disso, um ônibus da empresa Vitória que fazia a linha Icaraí/Fortaleza foi parado, os criminosos mandaram os passageiros descerem e atearam fogo. Em seguida, o alvo foi o ônibus de uma banda Forró parado próximo a uma ponte. Em Pacatuba, o ataque foi a um caminhão de recolhimento de lixo, que foi destruído pelo fogo.

E, em Maracanaú, dois caminhões de um supermercado que estavam parados também foram destruídos pelo fogo. Segundo o jornal “Diario do Nordeste”, o idoso Ednaldo Raimundo Oliveira, 65, foi atingido pelas chamas, teve uma queimadura no braço e precisou ser socorrido por uma ambulância e levado a um hospital.

Secretaria de Segurança

Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, todos os suspeitos presos foram identificados em ações criminosas no fim de semana e ontem.

Para reforçar o policiamento, a Polícia Militar suspendeu as férias de praças e oficiais, que retornam às atividades. Já servidores das polícias Civil e Militar que estavam em cursos tiveram as aulas suspensas para ajudar a conter os ataques.

E a frota de ônibus em Fortaleza está reduzida em 30% hoje. Policiais estão fazendo escolta dos veículos para tentar evitar novos ataques. E o governador do Estado, Camilo Santana, cancelou viagem que faria hoje para acompanhar a nova crise na segurança.

“Trata-se de uma clara reação dos bandidos ao forte enfrentamento ao crime organizado que temos feito, dentro e fora das prisões cearenses, cortando comunicação, isolando e transferindo chefes criminosos, punindo de forma rigorosa atos de indisciplina e acabando com todo e qualquer tipo de regalia nos presídios”, disse o governador em suas redes sociais.

Jornal Midiamax