Brasil

Capitão do Gaeco de Foz do Iguaçu é preso ao ser flagrado recebendo propina

Um capitão da PM (Polícia Militar) de Foz do Iguaçu, foi preso pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Curitiba, após ser flagrado recebendo propina. Ele foi encaminhado para a sede da instituição onde tentou chegou a tentar suicídio, na tarde de sábado (28). De acordo com o site Banda […]

Ana Paula Chuva Publicado em 29/12/2019, às 13h18

(Arquivo | Banda B)
(Arquivo | Banda B) - (Arquivo | Banda B)

Um capitão da PM (Polícia Militar) de Foz do Iguaçu, foi preso pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Curitiba, após ser flagrado recebendo propina. Ele foi encaminhado para a sede da instituição onde tentou chegou a tentar suicídio, na tarde de sábado (28).

De acordo com o site Banda B, a prisão ocorreu durante uma investigação de corrupção passiva. O capitão, que não teve a identidade revelada, foi alvo de uma denúncia no Ministério Público de Foz do Iguaçu.

O denunciante apresentou mensagens que deixaram entendido com o policial, onde ele exigia uma quantia em dinheiro para que ele não fosse preso. Ao todo seria pago o valor de R$ 100 mil em propina.

Com a informação, o Ministério Público fez com o total de R$ 20.150, em cédulas marcadas e fotocopiadas fossem entregues ao policial do Gaeco, durante o encontro marcado.

Logo após a entrega do dinheiro, oficial foi abordado pelos policiais do Gaeco que localizaram as notas quem haviam sido marcadas e foram entregues pela vítima.

O oficial foi encaminhado para a sede do Gaeco em Curitiba, onde tentou suicídio, mas foi impedido.

Jornal Midiamax