Brasil

VÍDEO: câmera registra momentos antes de garçom morrer baleado

Atendia clientes na calçada quando foi atingido no peito

Diego Alves Publicado em 31/01/2018, às 01h44

None

Atendia clientes na calçada quando foi atingido no peito

Imagens de câmeras de segurança mostram a movimentação de funcionários e clientes do Café e Bar Pinto, na Tijuca, onde o garçom Samuel Ferreira Coelho, de 24 anos, atendia clientes na calçada quando foi atingido no peito por um tiro de fuzil. O crime aconteceu no último sábado (27), na Rua Conde de Bonfim, na Zona Norte.VÍDEO: câmera registra momentos antes de garçom morrer baleado

A gravação mostra uma viatura da Polícia Militar passando em alta velocidade, o que chama a atenção de quem está ao redor. Imediatamente, os frequentadores notam que há algo errado e correm para dentro do estabelecimento. Alguns se abrigam atrás de uma banca de jornal. O único que não se abrigou foi Samuel.

Em seguida, outra viatura passa, e então o bar fica na linha de tiro. Só aí o garçom entra, junto com outras pessoas. Nas imagens é possível ver quando um cliente é baleado. Logo após, um outro disparo atinge o meio-fio. O vídeo não precisa em qual momento Samuel foi baleado, mas registrou os últimos momentos de vida de um jovem garçom atendendo e conversando com os clientes com um sorriso no rosto.

Em homenagem ao jovem, o estabelecimento continua fechado desde da tragédia. Na porta, amigos e clientes deixaram homenagens. A vizinhança está apreensiva. O especialista em segurança pública, Vinícius Cavalcante, explica que os bandidos não têm receio em atirar tantas vezes.

Segundo uma perícia preliminar, foram pelo menos 40 tiros de cinco armas diferentes. O armamento pesado deixou feridos: um morador, uma passageira de um Uber e dois policiais militares. Momentos antes do tiroteio, um bloco de carnaval passava pelo local. Uma jovem, que estava no cortejo e prefere não ser identificada, conta que a correria foi tanta, que ela chegou a ser pisoteada.

Segundo a PM, o confronto começou depois que agentes abordaram um carro com criminosos. Os policiais não sabiam que, logo atrás, havia um comboio com mais bandidos. Os traficantes saíram da Rocinha, na Zona Sul, em direção ao Morro da Formiga, na Zona Norte, a poucos metros do local do tiroteio. Eles pertencem a mesma facção. Vídeo.

Jornal Midiamax