Brasil

O brasileiro é quem mais acredita em fake news segundo pesquisa

Os brasileiros estão em primeiro lugar na pesquisa do Instituto Ipsos que elencou os povos que mais acreditam em notícias falsas, segundo o jornal Valor Econômico. O levantamento foi realizado em 27 países e apontou que 62% dos brasileiros acreditam em boatos. Logo em seguida ficam Arábia Saudita e Coreia do Sul (58%) e China […]

Raira Rembi Publicado em 09/10/2018, às 09h01 - Atualizado às 09h01

44% dos jovens checa o telefone assim que acorda (Foto: Reprodução/Valter Campanato/Agência Brasil)
44% dos jovens checa o telefone assim que acorda (Foto: Reprodução/Valter Campanato/Agência Brasil) - 44% dos jovens checa o telefone assim que acorda (Foto: Reprodução/Valter Campanato/Agência Brasil)

Os brasileiros estão em primeiro lugar na pesquisa do Instituto Ipsos que elencou os povos que mais acreditam em notícias falsas, segundo o jornal Valor Econômico. O levantamento foi realizado em 27 países e apontou que 62% dos brasileiros acreditam em boatos. Logo em seguida ficam Arábia Saudita e Coreia do Sul (58%) e China (56%).

Para a pesquisa foram ouvidas 19,2, mil pessoas, entre junho e julho deste ano. Os entrevistados no Brasil indicaram que só desconfiam de uma notícia se alguém indicar irregularidade. Se não houver nenhum alerta eles concluem que os dados recebidos estão corretos.

Os políticos tiveram uma redução de confiança considerável por conta dos boatos, segundo o Ipsos. As Fake News estão em grande disseminação e acontecem principalmente através das plataformas digitais.

Os países mais desconfiados são o Reino Unido e a Turquia, com 33% de aceite de informações suspeitas, e a Itália, com 29%.

Jornal Midiamax