Brasil

“Meu neto é bonito, viu? Branqueamento da raça”, diz vice de Bolsonaro

O general Hamilton Mourão, candidato à vice-presidência na chapa encabeçada por Jair Bolsonaro (PSL), fez hoje mais uma declaração polêmica ao desembarcar no aeroporto de Brasília. Depois de uma rápida entrevista, o general apontou para um adolescente que o esperava no saguão, acompanhando a comitiva familiar, e disparou: “Meu neto é um cara bonito, viu […]

Clayton Neves Publicado em 06/10/2018, às 20h05

(Antonio Milena/VEJA)
(Antonio Milena/VEJA) - (Antonio Milena/VEJA)

O general Hamilton Mourão, candidato à vice-presidência na chapa encabeçada por Jair Bolsonaro (PSL), fez hoje mais uma declaração polêmica ao desembarcar no aeroporto de Brasília. Depois de uma rápida entrevista, o general apontou para um adolescente que o esperava no saguão, acompanhando a comitiva familiar, e disparou: “Meu neto é um cara bonito, viu ali? Branqueamento da raça”, disse, referindo-se ao garoto que tem a pele mais clara que a dele.

Em outro episódio, Mourão vinculou o negro à malandragem e o índio à indolência, em palestra de campanha em Caxias do Sul (RS). Depois da repercussão negativa da fala, justificou-se dizendo que se autodeclarara índio no TSE.

O general afirmou que não teme conflitos durante o pleito de amanhã, apesar da polarização da campanha. “Não estamos com medo disso. Somos dois militares oriundos do Exército de Caxias, o Pacificador. Vamos pacificar as coisas”, afirmou.

Jornal Midiamax