Brasil

Julgamento sobre foro privilegiado é suspenso; 10 ministros votam por restrição

STF discute se foro privilegiado a políticos será restringido

Aliny Mary Dias Publicado em 02/05/2018, às 17h30 - Atualizado às 17h31

None

Foi suspenso, na tarde desta quarta-feira (2), o julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre restrição do foro privilegiado. Antes do adiamento, 10 ministros votaram para que o foro seja restrito para crimes que forem cometidos durante o mandato do político.

O único ministro que falta emitir seu voto é Gilmar Mendes. De acordo com o G1, o ministro diosse que seu voto é longo, com pelo menos 50 páginas, e pediu para votar apenas na próxima sessão, nesta quinta-feira (3).

O julgamento começou no ano passado e já tinha sido interrompido duas vezes. Foi retomado nesta quarta (2), com os votos dos ministros Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. O último a votar é Gilmar Mendes, nesta quinta (3).

A decisão para suspender o julgamento nesta quarta foi da presidente do supremo, ministra Carmém Lucia.

Jornal Midiamax