Brasil

Homem que esfaqueou Bolsonaro disse que cumpriu ‘ordem de Deus’

Adélio Bispo de Oliveira, apontado como o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro, durante campanha em Juiz de Fora (MG) nesta sexta-feira (6), afirmou que estava “cumprindo ordem de Deus”. Conforme divulgado pelo Portal UOL, o agressor foi preso em flagrante e, na hora em que era conduzido pela Polícia Federal, garantiu que deu a facada […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 06/09/2018, às 17h52 - Atualizado às 18h45

None

Adélio Bispo de Oliveira, apontado como o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro, durante campanha em Juiz de Fora (MG) nesta sexta-feira (6), afirmou que estava “cumprindo ordem de Deus”.

Conforme divulgado pelo Portal UOL, o agressor foi preso em flagrante e, na hora em que era conduzido pela Polícia Federal, garantiu que deu a facada por estar “cumprindo uma ordem de Deus”.

A informação foi dada ao portal pelo presidente da Fenapef (Federação dos Agentes da Polícia Federal), Luis Boundens. O presidente conversou com os colegas de trabalho que estavam no local do atentado e tiveram que, além de prender o agressor, conter a multidão que tentou linchá-lo.

“Os colegas disseram que ele imediatamente começou a dizer que estava em missão divina, o que levou o pessoal a duvidar da integridade psicológica dele”, disse Boudens ao UOL.

Jornal Midiamax