Brasil

‘Doutor’ é o novo ‘senhora’. Médico foge de repórter e vira meme

 Conjunto Hospitalar de Sorocaba 

Diego Alves Publicado em 08/01/2018, às 22h33

None

 Conjunto Hospitalar de Sorocaba 

No domingo (7), uma reportagem de denúncia do Fantástico acabou caindo nas graças do telespectador e virando meme.'Doutor' é o novo 'senhora'. Médico foge de repórter e vira meme

A matéria falava sobre médicos do Conjunto Hospitalar de Sorocaba que batem o ponto, recebem altos salários e não trabalham.
A repórter Daniela Golfieri, da TV Tem, afiliada da Globo na região de Sorocaba, encontrou o cirurgião plástico Newton José Borba Canicoba batendo o ponto no hospital público e saindo para o condomínio onde mora e, em seguida, à clínica particular de propriedade dele. Ele recebe mais de R$ 7,9 mil para trabalhar no centro médico.

“Por que o senhor não cumpre seu horário todo aqui, doutor?”, perguntou a jornalista. “Eu tô cumprindo, filha”, respondeu o médico, enquanto caminhava. “Que horário o senhor tem que cumprir aqui por semana e por dia?”, insistiu a repórter. O cirurgião ameaçou rebater, mas desistiu e começou a correr: “Eu tenho… dá licença”.

A jornalista começa, então, a seguir o médico até a entrada do hospital: “Qual o seu horário aqui, doutor? Por que o senhor bate o ponto e volta para casa? O senhor fez isso no dia 14 e no dia 21 de dezembro”.

Meia hora depois, o médico voltou atrás e topou se explicar para a jornalista: “Eu tinha esquecido o meu carimbo e a minha caneta, e sem o carimbo e sem a caneta eu não consigo trabalhar”. A repórter rebate: “Nos dias 14 e 21 de dezembro o senhor também esqueceu?”.

“Normalmente, a gente acorda rápido e eu acabei esquecendo alguma coisa”. Daniela Golfieri insistiu: “Todos os dias você esquece alguma coisa na sua casa?”.

O cirurgião esclareceu que as saídas são “isoladas”: “Como tinha pouco paciente, eu aproveitei para ir comprar um controle de ar-condicionado, porque o nosso está quebrado e o estado não fornece. Foram dois dias isolados, um eu abonei e o outro provavelmente foi o de hoje, que fui pegar o aparelho, justamente porque não tinha paciente para atender, e já está entregue, está tudo certo”.

A fuga lembrou o caso do “senhora?”, onde a repórter Renata Costa, da TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás, correu atrás de uma funcionária pública de Goiás, que também batia o ponto e não trabalhava.

Sem resposta, a jornalista perseguiu a entrevistada durante uma corrida, gritando: “Senhora? Senhora?”. O momento virou meme.

No Twitter, usuários compararam as duas fugas.

Jornal Midiamax