Brasil

No Albert Einstein, Bolsonaro usa rede social para avisar que está bem

Após ter levado uma facada e ser internado às pressas para realização de procedimento cirúrgico, o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) divulgou nesta sexta-feira (07) em suas redes sociais que já está se recuperando e passa bem. Além de informar que passa bem, Bolsonaro agradeceu a família e o médico. “Agradeço do fundo do meu […]

Egina Becker Publicado em 07/09/2018, às 13h51 - Atualizado em 01/04/2019, às 12h51

None

Após ter levado uma facada e ser internado às pressas para realização de procedimento cirúrgico, o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) divulgou nesta sexta-feira (07) em suas redes sociais que já está se recuperando e passa bem.

Além de informar que passa bem, Bolsonaro agradeceu a família e o médico. “Agradeço do fundo do meu coração a Deus, minha esposa e filhos, que estão ao meu lado, aos médicos que cuidam de mim e que são essenciais para que eu pudesse continuar com vocês aqui na terra, e a todos pelo apoio e orações”, twittou.

Internação

O presidenciável foi internado na sexta-feira (06), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A família, em conjunto com a equipe médica, optou pela transferência de Bolsonaro diante do estado estável que apresentava.

Segundo a médica Eunice Dantas, Bolsonaro perdeu cerca de 2,5 litros de sangue, o que torna o procedimento delicado. A expectativa é que Jair Bolsonaro permaneça no hospital por pelo menos mais sete dias.

O prazo, todavia, é estimado e dependerá da evolução do quadro de saúde do candidato. A retomada das atividades de campanha, portanto, só deve ocorrer em pelo menos 20 dias.

Transferência

Bolsonaro chegou a São Paulo por volta das 9h44, em Congonhas. Cerca de 20 minutos depois, uma ambulância o conduziu até o hangar do helicóptero Águia, da Polícia Militar. Foram cerca de 5 minutos até que ele chegasse ao heliponto do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, no Morumbi, próximo ao hospital. O transporte até o Einstein ocorreu de ambulância, uma vez que o heliponto da unidade hospitalar está bloqueado.

A expectativa é que Jair Bolsonaro permaneça no hospital por pelo menos mais sete dias, de acordo com o médico Luiz Henrique Borsato, da Santa Casa de Juiz de Fora. O prazo, todavia, é estimado e dependerá da evolução do quadro de saúde do candidato. A retomada das atividades de campanha, portanto, só deve ocorrer em pelo menos 20 dias.

Jornal Midiamax