Brasil

Bolsonaro diz que vai doar dinheiro restante de campanha para Santa Casa de Juiz de Fora

Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL) usou o Twitter nesta terça-feira (30) para anunciar que gastou R$ 1,5 milhão durante a campanha e que o restante será doado para a Santa Casa de Juiz de Fora, local que o recebeu após ser esfaqueado durante uma passeata em Minas Gerais. O presidente não informou quanto […]

Evelin Cáceres Publicado em 30/10/2018, às 12h28 - Atualizado às 12h37

None

Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL) usou o Twitter nesta terça-feira (30) para anunciar que gastou R$ 1,5 milhão durante a campanha e que o restante será doado para a Santa Casa de Juiz de Fora, local que o recebeu após ser esfaqueado durante uma passeata em Minas Gerais.

O presidente não informou quanto seria o valor restante. “Acredito que aqueles que em mim confiaram estarão de acordo. Muito obrigado a todos!”, finalizou.

Segundo registro no TSE, o PSL arrecadou R$ 2.547.640, sendo R$ 2.162.152 de financiamento coletivo, o que representa 84,9% do total.  O restante foi de doações de pessoas físicas e dos dois partidos da coligação (PSL e PRTB).

A campanha de Bolsonaro investiu R$ 660 mil na produção de programas de rádio televisão e vídeo. Outros R$ 345 mil foram destinados às campanhas dos filhos de Bolsonaro, Flávio (RJ) e Eduardo (SP), e do aliado Hélio Bolsonaro (RJ).

Já a campanha de Fernando Haddad (PT) declarou, até agora, despesas de R$ 34,4 milhões, ou seja, 20 vezes mais a campanha do presidente eleito. Bolsonaro registrou na Justiça Eleitoral gastos de R$ 1,7 milhão.

Fundo partidário

Após as eleições deste ano, o PSL terá a maior fatia do Fundo Partidário entre todas as siglas em 2019, cerca de R$ 110 milhões. Isto é 17 vezes mais do que o recebido pelo partido em 2017: R$ 6,2 milhões.

Jornal Midiamax