Brasil

 ‘Bolsonaro disse que vamos moderar o tom’, afirma Mourão

O general Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice-presidente da chapa de Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta sexta-feira (7), em entrevista à GloboNews, que o presidenciável pediu moderação, com o objetivo de unir o país. “Bolsonaro me ligou e disse que vamos moderar o tom, me pediu para não exacerbar essa questão que está ocorrendo. Nós […]

Tábata Rauschkolb Publicado em 08/09/2018, às 10h18 - Atualizado às 10h20

(Imagem:Reprodução/Globonews)
(Imagem:Reprodução/Globonews) - (Imagem:Reprodução/Globonews)

O general Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice-presidente da chapa de Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta sexta-feira (7), em entrevista à GloboNews, que o presidenciável pediu moderação, com o objetivo de unir o país.

“Bolsonaro me ligou e disse que vamos moderar o tom, me pediu para não exacerbar essa questão que está ocorrendo. Nós vamos governar para todo o Brasil. Sem união a gente não chega a lugar nenhum, ter confronto nesse momento não vai ajudar a ninguém e é péssimo para o país”, afirmou o general.

Ainda na entrevista o candidato afirmou que o objetivo é tentar diminuir as tensões nesse momento e divulgar as propostas de Bolsonaro.

“A gente não tem condições de controlar 100% a militância, mas estamos fazendo pequenos vídeos, falando para o pessoal raciocinar e abaixar o tom nesse momento. Nosso foco é propagar as ideias de Bolsonaro e reduzir as tensões”, completou Mourão.

Questionado sobre sua primeira declaração após o ataque, onde afirmou que “se querem usar violência, os profissionais da violência somos nós”. Mourão disse que foi uma reação ao momento.

“É o normal que acontece quando ocorre um acidente dessa natureza” completou o general.

Jornal Midiamax