Brasil

União pede R$ 1,6 milhão a sindicatos por estragos de protestos em Brasília

Valor cobre apenas Ministério da Agricultura

Joaquim Padilha Publicado em 01/06/2017, às 14h28

None

Valor cobre apenas Ministério da Agricultura

A AGU (Advocacia-Geral da União) entrou com um pedido para cobrar R$ 1,6 milhão das entidades sindicais e movimentos como o MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) pelos estragos causados ao prédio do Ministério da Agriculgura, nas últimas manifestações em Brasília. 

Segundo nota da Advocacia, esse valor não cobre apenas o valor dos reparos ao Ministério, mas também o prejuízo com a interrupção das atividades no local, já que os estragos teriam impedido o trabalho de servidores no dia 24 e 25 de maio.

Ainda de acordo com a AGU, esse deve ser só o primeiro pedido de ressarcimento aos manifestantes, uma vez que outros ministérios foram danificados durante os protestos, como da Cultura, Meio Ambiente e Educação.

A AGU teria se baseado em matérias jornalísticas e fotos que mostram pessoas dessas com camisetas e bonés dessas organizações praticando atos de vandalismo para fazer o pedido, segundo a rádio Jovem Pan.União pede R$ 1,6 milhão a sindicatos por estragos de protestos em Brasília

Além do MST, também devem ser cobrados a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e a Força Sindical. O caso será julgado pela Justiça Federal do Distrito Federal.

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Jornal Midiamax