Brasil

Ministra Carmen Lúcia homologa as 77 delações da odebrecht

No entanto ela decidiu manter o sigilo das declarações de executivos e ex-executivos da empresa

Henrique Kawaminami Publicado em 30/01/2017, às 11h08

None
carmen-lucia-stf.jpg

No entanto ela decidiu manter o sigilo das declarações de executivos e ex-executivos da empresa

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, homologou as delações dos executivos e ex-executivos da empresa Odebrecht na Operação Lava Jato. Ao todo foram homologadas 77 delações, e decidiu manter o sigilo das declarações.

Na sexta-feira (27), juízes auxiliares do gabinete do ministro Teori Zavascki concluíram as audiências com os 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht que fecharam acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato.

Teori era relator da operação no tribunal. Com a morte do ministro, em um acidente de avião no último dia 19, a presidente do STF autorizou que os juízes auxiliares concluíssem os trabalhos das delações premiadas.

Esse é o último passo antes da confirmação dos acordos firmados por executivos e ex-executivos com o Ministério Público Federal.  

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Jornal Midiamax