Brasil

Jovem que teve ‘ladrão’ tatuado na testa recebe ajuda financeira

Família foi localizada e suspeitos de tortura presos

Midiamax Publicado em 11/06/2017, às 19h07

None

Família foi localizada e suspeitos de tortura presos

Campanha online arrecada dinheiro para remoção de tatuagem e tratamento psicológico de adolescente que teve, na sexta-feira (9), tatuado “eu sou ladrão e vacilão” na testa, em São Bernando do Campo. Informações são da Folha de São Paulo.

Iniciativa do Coletivo Afroguerrilha arrecadou, em dois dias, pouco mais de R$ 18 mil. Todo recurso será entregue para avó do rapaz de 17 anos, que seria usuário de drogas. Jovem que teve ‘ladrão’ tatuado na testa recebe ajuda financeira

Justiça decretou prisão preventiva do pedreiro Ronildo Moreira Araújo, 29 anos, e do tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27 anos, acusados pelo crime de tortura, depois de gravarem vídeo tatuando frase na testa do adolescente. 

Dupla alegou que “adolescente tentou roubar uma bicicleta”, porém isso não foi confirmado em boletim de ocorrência. Investigação segue em andamento.

Jornal Midiamax