Brasil

Argentino é detido ao ser flagrado se masturbando dentro de ônibus

Mulher foi alertada por outro passageiro

Diego Alves Publicado em 03/05/2017, às 20h44

None
abuso-em-onibus-no-rio.jpg

Mulher foi alertada por outro passageiro

Um argentino foi detido após ser flagrado praticando atos obscenos dentro de um ônibus interestadual que fazia o trajeto Formosa-Brasília, nesta quarta-feira. Uma jovem de 22 anos teria informado a Polícia Militar do Distrito Federal(PMDF) que estava sentada ao lado do homem, quando ele começou se masturbar. A testemunha diz, ainda, que o suspeito chegou a tocar nela. 

Os envolvidos no incidente foram levados até a 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). Na ocorrência, a vítima informou que, quando o ônibus passava pelas imediações do Setor Hospitalar Sul, final da Asa Sul, o argentino teria colocado a mão esquerda dentro da calça, começando a praticar o ato libidinoso. Ela só percebeu, ao ser alertada por outro passageiro, que estava sentado uma poltrona atrás. 

Ela fotografou o argentino durante a ação e levou a situação até o motorista de ônibus. Ao chegar na Rodoviária do Plano Piloto, o condutor do coletivo impediu a saída dos passageiros do ônibus e chamou o fiscal da empresa, que por sua vez, acionou o posto da PMDF dentro do terminal.

“Não é comum acontecer esse tipo de caso por aqui. Algumas vítimas comunicam o que aconteceu, mas não seguem com a ocorrência. Preferem não testemunhar. A jovem filmou tudo por meio do celular e foi até a delegacia prestar depoimento “, contou o policial militar Luis Guedes Júnior. 

Em depoimento à Polícia Civil do Distrito Federal, o argentino contou que ele e a vítima estavam conversando e ouvindo músicas juntos, quando em determinado momento, teve uma ereção, mas que não chegou a tocar a vítima. Segundo a ocorrência, ele teria reconhecido que a vítima tinha razão em ter ficado chateada, porém disse não ter tido intenção de ofende-la.

Depois de ouvidos, o autuado assinou o Termo de Compromisso de Comparecimento ao Juizado Especial e foi imediatamente liberado.

Jornal Midiamax