Brasil

VÍDEO: Aos gritos de racista e homofóbico, ativistas jogam purpurina em Bolsonaro

O deputado dava entrevista 

Diego Alves Publicado em 27/01/2016, às 02h58

None
wpid-img_20160126_190159.jpg

O deputado dava entrevista 

O deputado federal Jair Bolsonaro foi alvo de uma "chuva de purpurina" na tarde desta terça-feira (26) em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O deputado estava na Assembléia Legislativa de Porto Alegre quando foi surpreendido por cerca de cinco ativistas do Levante Popular da Juventude. O deputado dava entrevista quando os jovens lançaram purpurina rosa na cabeça dele aos gritos de racista e homofóbico. O Levante Popular da Juventude gravou o momento.

O deputado pelo Partido Progressista é conhecido pelas suas opiniões e declarações controversas direcionadas principalmente a negros, mulheres e ao público LGBT. Bolsonaro ataca deliberadamente os direitos humanos e já protagonizou inúmeros episódios polêmicos. Em 2014, ele atacou a parlamentar Maria do Rosário ao dizer que não a estuprava porque ela "não merece". A declaração lhe rendeu uma condenação por danos morais.

Jornal Midiamax