Brasil

Terceira decisão da Justiça Federal suspende a posse de Lula como ministro

A decisão saiu logo após outra que permitia a posse

Midiamax Publicado em 18/03/2016, às 19h56

None
lula.jpg

A decisão saiu logo após outra que permitia a posse

Pouco mais de uma hora depois de o Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro derrubar a segunda liminar que suspendia a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil, uma nova decisão, agora da primeira instância da Justiça Federal em Assis, interior de São Paulo, impede novamente que o petista vire Ministro.

A Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou que vai recorrer, segundo divulgou o jornal o Globo.

Desde que Lula foi anunciado como Ministro da Casa Civil, na quarta-feira, surgiu uma verdadeira guerra de liminares.

Na quinta-feira, um juiz federal do Distrito Federal suspendeu a posse. Na sequência, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região derrubou a liminar. Mas havia outra liminar na Justiça Federal no Rio suspendendo a posse. Hoje, o TRF da 2ª Região derrubou também essa liminar. Agora, uma terceira liminar impede Lula de exercer o cargo.

De acordo com informações da AGU (Advocacia Geral da União) mais de 50 ações com este mesmo objetivo foram ingressadas em todo Brasil. Mais 13 foram impetradas no STF (Supremo Tribunal Federal). O TRF deferiu duas das solicitações, sendo que na noite de ontem a primeira 'caiu'.

A grande questão é o entendimento de que a nomeação foi apenas para tirar do juiz Sérgio Moro a ação em que é pedida a prisão do ex-presidente.

Jornal Midiamax