Brasil

Protesto onde Lula nasceu em PE ‘pede desculpas ao Brasil’

Protesto durou cerca de três horas

Evelin Cáceres Publicado em 13/03/2016, às 18h47

None
lula.jpg

Protesto durou cerca de três horas

Os protestos em Pernambuco, em Garanhuns, distante 27 quilômetros de Caetés, cidade natal do ex-presidente Lula, algumas pessoas da passeata pediram “desculpas ao Brasil pelo filho corrupto", neste domingo (13).

Segundo a Polícia Militar, 250 a 300 pessoas participaram da manifestação, que também pediu o impeachment da presidente Dilma Rousseff, a prisão de Lula e apoiou as ações do juiz Sérgio Moro. Os organizadores não informaram o número de pessoas presentes.

A concentração da população aconteceu no Relógio de Flores, às 10h, e por volta das 11h30 saiu em caminhada até a prefeitura de Garanhuns. O protesto foi encerrado pouco depois das 13h.

Os manifestantes estavam a pé, em carros, motos e bicicletas. Vestidos de verde e amarelo, alguns com rostos pintados nas mesmas cores, crianças, adultos e idosos levaram às ruas de Garanhuns cartazes que continham dizeres como "Lula na cadeia", "Fora corruPTos", "Viva o juiz Sérgio Moro", "Acorda Brasil! Vem pra rua!", entre outros. 

Jornal Midiamax