Brasil

Medalhista no Pan de 2011 morre após ser atropelada no Rio

Sarah Corrêa tinha 22 anos e foi atropelada em ponto de ônibus na Barra da Tijuca

Midiamax Publicado em 02/05/2015, às 21h42

None
10518694_788758827854575_8960676834599974003_n.jpg

Sarah Corrêa tinha 22 anos e foi atropelada em ponto de ônibus na Barra da Tijuca

A nadadora Sarah Corrêa, 22 anos, morreu na tarde deste sábado após ter sido atropelada em um ponto de ônibus na Barra da Tijuca. A atleta conquistou a medalha de prata no revezamento 4×200 m livre nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, em 2011, e teve passagens por clubes grandes da natação brasileira, como Flamengo, Unisanta, Minas Tênis Clube e Fluminense. A informação foi confirmada pelo Terra através da mãe de Sarah, Maria Fátima Alves Gonçalves.

“Minha filha foi assassinada por um motorista totalmente embriagado”, disse Maria Fátima, que gerou comoção com seus desabafos nas redes sociais. “Uma corte de anjos está te esperando para sentar ao lado de Deus. Obrigada por ter me escolhido para ser sua mãe por 22 belos e inesquecíveis anos. Adeus, Florzi. Uma parte de mim vai ser enterrada com você. Descanse em paz meu raio de sol”, completou.

Jornal Midiamax