Brasil

Levantamento aponta 28 desaparecidos em Mariana após rompimento de barragem

13 são funcionários que trabalhavam em mineradora 

Evelin Cáceres Publicado em 08/11/2015, às 11h34

None
barragem.jpg

13 são funcionários que trabalhavam em mineradora 

A prefeitura de Mariana (MG) atualizou, no início da noite de hoje (7), a lista de pessoas que desapareceram após rompimento de duas barragens no distrito de Bento Rodrigues, na última quinta-feira (5).

Mais cedo, de acordo com a prefeitura, 19 pessoas estavam desparecidas, mas, pelo novo levantamento,  28 pessoas estão desaparecidas: 13 são funcionários de empresas que prestam serviços à mineradora Samarco, e 15 são moradores do distrito. Entre eles, um bebê de 3 meses e um senhor de 70 anos.

Os trabalhadores que ainda não foram localizados são: Samuel Viana Albino, Aldemir Aparecido Leandro, Ailton Martins dos Santos, Claudemir Elias dos Santos, Edinaldo Oliveira de Assis, Sileno Narkievicius de Lima, Daniel Altamiro de Carvalho, Vando Maurílio Dos Santos, Pedro Paulino Lopes, Mateus Marcio Fernandes, Marcos Aurélio Pereira Moura, Edmirson José Pessoa e Marcos Xavier.

Entre os moradores desparecidos, 14 são do distrito de Bento Rodrigues e um do distrito de Camargos. Os nomes fornecidos por parentes são:: Emanuele Vitória Fernandes (5 anos), Maria Elisa Lucas (60 anos), Tiago Damasceno Santos (7 anos), Mariana Da Silva Santos (21 anos), Ana Clara Dos Santos Souza (4 anos), Bruno Dos Santos Souza (29 anos), Antonio Prisco De Souza (65 anos), Afonso Augusto Alves (54 anos), Arnaldo Zeferino (40 anos), Aparecida Viera (65 anos), Joaquim Zeferino (70 anos), Ana Clara Dias Batista (30 anos), Mateus Dias Batista (5 anos), Yuri Dias Batista (3 meses ) e Maria Das Graças Celestino Da Silva (65 Anos).

Jornal Midiamax